Presidente da associação de médicos de saúde pública defende que é preciso estudar as causas das mortes verificadas na última epidemia sazonal e perceber se alguns óbitos seriam evitáveis.

Apenas 31% das pessoas com mais de 65 anos se vacinam contra a doença. “É muito, muito pouco”, alerta o médico pneumologista Jaime Pina. Especialistas defendem inclusão da vacina antipneumócócica no Plano de Vacinação.

Na Madeira, a taxa de mortalidade do cancro oral é o dobro da taxa média do País, onde a taxa de sobrevivência tem-se mantido praticamente inalterável e baixa nas últimas décadas.

 

Número de casos registados este ano aumentou significativamente. Directora-geral da Saúde diz que “aumento é expectável”

 

No relatório divulgado esta quinta-feira, Observatório recomenda "que se faça um esforço de investigação grande". Enidade peocupada com o facto de deficiente ventilação em infantários aumentar a percentagem de crianças com pieira ou asma.

 

O excesso de peso é responsável por quase 4% dos cancros no mundo, com a prevalência a aumentar rapidamente na maioria dos países em todos os grupos populacionais, anunciou hoje a Sociedade Americana de Cancro (SAC).

Têm-se vindo a registar tendências crescentes na prevalência de infeção por VIH entre pessoas com idade igual ou superior a 50 anos. Uma realidade confirmada pelos resultados de estudos realizados recentemente, um dos quais, mostra que em todo o mundo, mais de 4.2 milhões de pessoas infetadas por VIH (PVIH) têm mais de 50 anos de idade. E 26% do total terá mais de 70 anos.

 

São a terceira principal causa de morte no país. Embora os internamentos globais tenham diminuído em 2016 em comparação com ano anterior, isso poderá não significar uma melhoria no acesso aos cuidados.

Cientistas acompanharam 4900 doentes na Guiné-Bissau durante mais de 20 anos e defendem que o tratamento com anti-retrovirais deve estender-se a todas as pessoas infectadas com o vírus, e não apenas para doentes com VIH-1.

Distúrbios alimentares provocaram quase 4500 hospitalizações entre 2000 e 2014. Um em cada três doentes é hospitalizado mais do que uma vez. Há registo de 25 mortes com anorexia nervosa neste período.